Faturamento e horas trabalhados na indústria registram alta em agosto

Os indicadores da indústria de transformação mostraram acomodação da atividade industrial em agosto. Segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o faturamento apresentou avanço de 0,2% em relação ao resultado de julho, sendo o quarto aumento mensal consecutivo. O número de horas trabalhadas, por sua vez, cresceu 3,5%.

O levantamento aponta para baixa no emprego industrial, que registrou recuo de 0,1% em agosto frente a julho, após três altas consecutivas. De acordo com o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, a alteração, no entanto, ainda não indica o início de uma tendência de queda.

“Ocorreu uma acomodação após um período de crescimento que vinha em curso desde o segundo semestre de 2020. Na comparação com agosto de 2021, a alta foi de 1,7%”, explica Azevedo.

Ao mesmo tempo, o rendimento médio real dos trabalhadores mostrou queda de 0,6% em agosto de 2022. A queda sucede dois meses consecutivos de alta, período no qual o rendimento médio acumulou crescimento de 2,4%. Apesar da queda no mês, o rendimento apresentou avanço de 4,0% na comparação com agosto de 2021.

Foto: INPC | IBGE

Informações SBT News