Festa de ‘bacanas’ é interrompida por fiscalização e polícia encontra pessoas escondidas em freezer

O proprietário do Taboo Eventos deve responder por infração de medida sanitária preventiva

Um evento realizado em plena pandemia em uma casa de shows, no bairro Batel, em Curitiba, foi descoberto por fiscais da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) que interditaram o local após flagrar cerca de 30 pessoas aglomeradas e sem máscara.

Os carros de luxo estacionados no pátio do evento levantaram a suspeita de que estivesse ocorrendo uma festa clandestina. Na chegada da polícia, os frequentadores tentaram apagar as luzes para despistar a fiscalização e chegaram a se esconder dentro de um freezer afim de não serem descobertos.

(Foto: Reprodução/Rede Massa)

“Muita gente se escondeu, deu trabalho para achá-los, mas é algo deprimente. Não respeitam a saúde, a vida do outro e fazem um papelão desse diante da polícia. São pessoas de alto poder aquisitivo, sabem que fizeram errado e assumiram as consequências”, disse a delegada Aline Manzatto, da Delegacia de Repressão à Crimes Contra a Saúde (Decrisa).

O proprietário do Taboo Eventos deve responder por infração de medida sanitária preventiva. A pena, segundo a polícia, é de 1 mês a 1 ano de prisão, além de multa. O local foi interditado pela Aifu.