Fotógrafo registra corpos celestes nas Cataratas do Iguaçu

O fotógrafo Victor Lima captou cenas raras do céu, nas Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. Apaixonado pela astrofotografia, ele fez uma primeira visita ao Parque Nacional do Iguaçu com a família há cerca de dois anos. Ao realizar uma segunda visita, em março de 2021, Lima decidiu fazer uma expedição fotográfica, durante à noite. A administração da unidade liberou a a atividade.

O fotógrafo ficou hospedado no Hotel das Cataratas, localizado dentro da unidade de conservação. Foram quatro dias e três noites usadas para as captações. Junto com ele, estavam 11 alunos de fotografia, que vivenciaram diversas experiências no local.

“Eu fotografo com minha vivência. Tem os equipamentos, mas os registros que captei é como eu enxergo as coisas, como eu vejo, como eu observo as coisas, a natureza. Sempre gostei de artes. Acredito que isso me ajudou muito nesta soma de conhecimentos. E todas as pessoas que estavam comigo nesta expedição fotográfica no Parque Nacional do Iguaçu fotografaram com seus históricos, conhecimentos, olhares”, disse Lima.

Olhar da imensidão

É preciso ler as fotografias com calma para identificar os astros do Universo, do mesmo modo que Victor precisou aguardar o momento certo, ter paciência para conseguir identificá-los no céu das Cataratas.

Confira a leitura astronômica do céu nas Cataratas. Todas as fotografias foram feitas por Victor Lima.

Para captar essas cenas, Victor Lima utilizou uma câmera Canon 6D full-frame e fez uso da técnica de longa exposição, que é quando o sensor precisa de mais tempo para captar a imagem. O profissional apoiou a câmera em um tripé e utilizou uma lente convencional. As cenas foram registradas durante três noites, das 22 horas às 04 horas da manhã.

Saiba mais sobre Victor Lima

Victor é engenheiro civil, formado pela Universidade Federal de Viçosa (MG), em 1997. Dos elementos utilizados nos projetos de engenharia, como os cálculos, as leituras de mapas, projetos e comportamento da luz, Victor adaptou as técnicas para as suas expedições fotográficas e conseguiu produzir registros focados na astrofotografia de paisagem.

A carreira de fotógrafo teve início em 2014. Em 2015, ele ganhou o concurso da revista Traveler, da National Geographic, que reuniu 34 mil participantes no mundo. A foto do Victor, registrada em Salto Corumbá, no estado de Goiás, foi a primeira a ser publicada na capa da revista por um leitor.

Atualmente, o fotógrafo está focado integralmente no mundo da fotografia, com expedições pelo Brasil e pelo mundo.

Informações da Assessoria das Cataratas/Parque Nacional do Iguaçu