G20 promete evitar fim prematuro para estímulo fiscal e monetário

ROMA (Reuters) – Líderes financeiros globais concordaram nesta sexta-feira que irão evitar uma retirada prematura do estímulo monetário e fiscal que vêm fornecendo para a economia mundial para ajudá-la a sobreviver aos efeitos da pandemia de Covid-19.

A presidência italiana do G20 disse em entrevista à imprensa que os líderes financeiros concordaram em ampliar sua cooperação para lidar com a recuperação ainda frágil e desigual e para explorar maneiras adicionais de ajudar economias mais pobres a lidarem com o coronavírus.

Ministros das Finanças e presidentes de bancos centrais das 20 maiores economias do mundo, o G20, realizaram videoconferência nesta sexta-feira, e no topo da agenda estava a resposta global para os danos sem precedentes provocados pelo coronavírus na economia.

(Reportagem de Jan Strupczewski e Gavin Jones)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1P1D6-VIEWIMAGE