Indústria da zona do euro acelera em fevereiro com aumento da demanda, aponta PMI

Por Jonathan Cable

FILE PHOTO: VW re-starts Europe's largest car factory after coronavirus shutdown

LONDRES (Reuters) – A atividade industrial da zona do euro acelerou em fevereiro graças à melhora da demanda, mostrou nesta segunda-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), embora o salto tenha levado a uma escassez de matérias-primas e alta dos custos de insumos.

O PMI final de indústria do IHS Markit saltou para a máxima de três anos de 57,9 em fevereiro ante 54,8 em janeiro e preliminar de 57,7. O resultado representa uma das leituras mais altas nos 20 anos de história da pesquisa.

O subíndice de produção avançou a 57,6 de 54,6, bem acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

“A indústria aparece como um ponto de destaque cada vez maior na economia da zona do euro até agora neste ano”, disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

A forte demanda por bens industriais levou as fábricas a aumentar o nível de emprego pela primeira vez em quase dois anos.

Mas as medidas de lockdown afetaram as cadeias de oferta e as fábricas encontraram dificuldades para obter matéria-prima, levando a um forte aumento nos prazos de entrega.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH2016B-VIEWIMAGE

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!
ENTRAR NO GRUPO
Compartilhe essa matéria nas redes sociais
Ative as notificações e fique por dentro das notícias
Ativar notificações
Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia
Alisha
Alorino
Antônio Carlos
Bianca Granado
Camila Santos
Edvaldo Corrêa
Elaine Damasceno
Fabiano Tavares
Gabriel Pianaro
Giselle Suardi
Guilherme C Carneiro
Mateus Afonso
Mauro Mueller
Oseias Gomes
Papai em Dobro
Tais Targa