Justiça encerra ação por corrupção de menores contra Felipe Neto

Felipe Neto não responde mais ao processo por corrupção de menores aberto pela Polícia Civil. A ação foi arquivada pela 35ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, na última quarta-feira (2), a pedido do Ministério Público do estado.

De acordo com o “Uol”, o MP-RJ se posicionou a favor do arquivamento no início de maio, por considerar que não existiam elementos que configurassem o crime. A orientação foi acatada pela juíza Daniella Alvarez Prado.

O youtuber havia sido indiciado pela DRCI, Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, do Rio de Janeiro, em novembro do ano passado. A alegação era de que ele transgrediu a lei ao não indicar seus vídeos como inapropriados para menores por conta do linguajar e conteúdo presentes nas produções.

Inclusive, o mesmo órgão intimou o famoso a depor, em março deste ano, após Felipe Neto ter chamado o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de “genocida”. A denúncia, com base na Lei de Segurança Nacional – criada durante a ditadura militar no Brasil -, foi feita pelo vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), um dos filhos do líder da nação.

O processo também foi arquivado mediante o parecer favorável ao encerramento da ação do MP-RJ.

Informações do Portal MSN