Mãe de cinco filhos é encontrada morta com marcas de facadas na frente de fábrica

Um vigilante foi quem encontrou o corpo da vítima e acionou a polícia

O possível envolvimento com as drogas pode ter sido a motivação de um feminicídio registrado no início da manhã desta segunda-feira (29), no bairro Novo Mundo, em Curitiba. Juliana Alves de França, de 32 anos, foi esfaqueada e caiu sem vida na frente de uma fábrica desativada.

“Essa é uma das linhas de investigações que temos até o momento. Infelizmente, a vítima era dependente das drogas e pode estar envolvida com pequenos furtos na região para sustentar o vício. Mãe de cinco filhos, ela não tinha mais a guarda das crianças em razão da dependência”, disse o delegado Thiago Nóbrega, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

(Foto: Marcel Mercúrio/Rede Massa)

Um vigilante foi quem encontrou o corpo da vítima e acionou a polícia. Ele acredita que ela estivesse fugindo de alguém para não ser assassinada. “Me aproximei e vi que ela estava morta. Pedi auxílio pra um colega pra chamar a polícia. O ferimento estava nas costas, deve ter tentado correr, mas não conseguiu”, contou o homem em entrevista à Rede Massa.

Com um histórico extenso no mundo do tráfico, a polícia acredita que possa ser um crime de vingança e conta com a ajuda da população para identificar a autoria. Quem tiver detalhes que possam colaborar com as investigações pode fazer contato com o disque-denúncia da DHPP no 0800 643 1121.