Morre em Curitiba Michel Micheleto, presidente da AERP, vítima da covid

O Paraná se despede nesta quinta-feira (15) de mais uma ilustre figura vítima do coronavírus. Aos 59 anos, Michel Micheleto morreu em decorrência de complicações causadas pela covid-19. Ele ficou pelo menos 20 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Santa Cruz, em Curitiba, e deixa a esposa e dois filhos.

Presidente da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (AERP) desde 2020, Micheleto também era diretor executivo da Rádio Banda B, além de ser advogado e administrador de empresas.

A morte do presidente da AERP gerou centenas de homenagens nas redes sociais. O governador Ratinho Junior (PSD) lamentou a partida do empresário. “Michel foi um dos comunicadores mais importantes do Paraná. Deixa como legado a credibilidade e um trabalho incansável em prol das rádios, uma das grandes paixões do paranaense. Que Deus conforte o coração de seus familiares e amigos”, disse o governador.

O secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, destacou a carreira profissional de Micheleto e lamentou a partida precoce do empresário. “O Michel Micheleto parte ainda muito jovem, tinha grandes projetos para o futuro. Era um gestor de veículos de comunicação dos mais competentes. Mostrou isto claramente na presidência da Associação das Empresas de Radiodifusão do Paraná”, lamenta.

A Aerp, entidade que presidia, é uma das mais respeitadas do Brasil. Foi fundada em 19 de julho de 1975 e conta com mais de 320 associados.