MPRJ faz operação contra corrupção em Itatiaia no Rio de Janeiro

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) cumpre hoje (15) mandados de prisão contra cinco suspeitos de desvio de dinheiro público no município de Itatiaia, no sul fluminense.

Entre os alvos da terceira fase da Operação Apanthropía estão um vereador, que já foi prefeito interino da cidade, uma ex-secretária municipal e um ex-chefe de gabinete da prefeitura.

A Justiça também afastou, a pedido do MPRJ, cinco vereadores e um suplente de suas funções na Câmara Municipal, ou seja, mais da metade dos 11 parlamentares que compõem o legislativo local.

No total, 15 pessoas foram denunciadas sob a acusação de participação no esquema de corrupção, entre eles outros quatro ex-secretários municipais e um ex-procurador-geral.

De acordo com o MPRJ, o grupo é acusado de vários crimes que lesaram o erário público do município, como a nomeação de funcionários fantasmas e fraudes em contratos e licitações.

Investigações do MPRJ constataram a existência de núcleos de corrupção no Poder Executivo (em uma gestão anterior) e no Poder Legislativo local. A denúncia não envolve a gestão do atual da prefeitura de Itatiaia.

Informações Agência Brasil