Mulher é presa em operação contra o tráfico e polícia encontra até submetralhadora

Investigadores do 10° Distrito Policial (DP) de Curitiba prenderam uma mulher, na manhã desta quarta-feira (9), durante uma operação de combate ao tráfico de drogas na região sul da cidade. Com ela, os policiais encontraram uma porção de droga. Além disso, na casa de um dos alvos, a polícia localizou uma arma de alto poder de destruição.

Segundo a polícia, as investigações começaram depois da descoberta de comandos que são divididos em microrregiões de Curitiba e que agem de forma criminosa nos bairros Sítio Cercado, Alto Boqueirão e também Pinheirinho. Segundo o delegado, Rinaldo Ivanike, a ‘Operação Dilúvio’ tem como objetivo combater a venda de entorpecentes nessas regiões e impedir crimes de menor potencial que, muitas vezes, colaboram com os de maior potencial.

“Durante meses, foi uma investigação feita pela nossa delegacia visando combater a venda de entorpecentes. Foram cumpridos oito mandados de busca a apreensão e quatro de prisões preventivas. Crimes menores são os que abastecem os crimes maiores como furtos, roubos e receptação. O nosso objetivo é coibir essa prática”, disse em entrevista à Rede Massa.

(Foto: Polícia Civil)

Durante o cumprimento dos mandados, uma mulher foi presa em flagrante. Ela estava com 25 gramas de maconha e foi autuada por tráfico de drogas. Os policiais encontraram ainda em um condomínio residencial uma pistola que nem havia sido usada e também uma submetralhadora.

“Em zona de moradores de bem, que nem desconfiam quem são seus vizinhos. Em duas casas fechadas, encontramos essas armas potentes. São pessoas perigosas e que, graças a Justiça, estão com mandados de prisão expedidos”, concluiu Ivanike.

A polícia ainda procura por outros envolvidos na prática criminosa, que continuam sendo investigados. Informações sobre o paradeiro dos suspeitos podem ser repassadas à polícia de forma anônima.