Nasdaq encerra em forte queda após comentários de Powell

Por Noel Randewich

(Reuters) – Wall Street terminou em queda acentuada nesta quinta-feira, deixando o índice Nasdaq quase 10% abaixo do recorde de fevereiro, após comentários do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, decepcionarem investidores preocupados com o aumento dos rendimentos dos títulos de longo prazo dos EUA.

Uma queda de 10% ante a máxima de fevereiro confirmaria a entrada do Nasdaq em território de correção.

A taxa do Treasury de dez anos disparou para 1,555% após os comentários de Powell, que não apontaram mudanças nas compras de ativos do Fed para enfrentar o recente salto nos rendimentos. Apesar da alta, o yield ainda se manteve abaixo da máxima em um ano alcançada na semana passada, de 1,614%.

Alguns investidores esperavam que o Fed aumentasse as compras de títulos de longo prazo, ajudando a reduzir as taxas de juros de vértices mais dilatados.

“O mercado está preocupado com o aumento das taxas de juros de longo prazo. O chair do Fed em seu comentário realmente não rechaçou esse aumento, e o mercado interpretou isso como um sinal de que os rendimentos poderiam subir ainda mais, que foi o que aconteceu”, disse Scott Brown, economista-chefe da Raymond James, na Flórida.

Em dia de forte volume em Wall Street, o Nasdaq apagou os ganhos acumulados neste ano e está 9,7% abaixo do pico de 12 de fevereiro. O S&P 500 está mais de 4% aquém de seu recorde de 12 de fevereiro.

O índice Dow Jones caiu 1,11%, a 30.924 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 1,341721%, a 3.768 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 2,11%, a 12.723 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH231I7-VIEWIMAGE