Após Twitter e Facebook, Rússia inicia bloqueio do Instagram no país

Após suspender o uso do Facebook e Twitter, a Rússia inicia, nesta segunda-feira (14), o bloqueio do Instagram para conter as ameaças contra os cidadãos devido à invasão do país na Ucrânia. A medida, conforme informado, também tem como objetivo controlar as informações disponíveis sobre as operações das tropas no solo ucraniano.

Segundo relatos de jornalistas internacionais, não é mais possível atualizar o aplicativo do Instagram e o site da plataforma está inacessível sem uma rede privada virtual (VPN) – ferramenta que mascara o endereço real de internet do usuário.

O bloqueio fez com que a utilização de VPNs na Rússia aumentassem significativamente. Uma análise da empresa SensorTower apontou que, entre 24 de fevereiro, dia da invasão russa à Ucrânia, e 8 de março, milhões de downloads dos aplicativos foram feitos. Além disso, a empresa de serviços VPN SurfShark informou que as vendas no país aumentaram em pelo menos 3.500%.

Informações de SBT News