Ataques na Ucrânia ultrapassaram de 1.200 durante a madrugada

O Ministério da Defesa russo informou que realizou 1.260 ataques em solo ucraniano na madrugada desta terça-feira (19). As regiões atacadas se concentram no leste da Ucrânia, onde Moscou tenta tomar o controle da região de Donbass e Mariupol.

Os bombardeios acontecem um dia depois de uma nova fase da guerra ter início. Após fracassar ao tentar tomar a capital Kiev, as tropas russas intensificaram os ataques no leste, onde estão localizadas as duas regiões separatistas e a Crimeia, já anexada ao território russo. 

No comunicado, Igor Konashenkov afirmou que foram afetados 25 postos de comando de unidades ucranianas em Nikolaev, Kirovsk; dois depósitos de foguetes e armas de artilharia nos distritos de Voskresenka e Nikolaev; dois lançadores de mísseis antiaéreos “Buk-M1” nas áreas de Gulyai Pole e Nikolaevka Vtoraya, bem como 1214 locais de concentração de mão de obra ucraniana.

Um caça ucraniano foi abatido perto da vila de Malinovka, região de Donetsk. Dois mísseis táticos ucranianos “Tochka-U” foram interceptados nas áreas dos assentamentos de Petropillia e Malaya Kamyshevakha. Nas áreas dos assentamentos de Maryinka, Kamenka, Semenovka e Sinichino, 4 veículos aéreos não tripulados ucranianos foram destruídos.

Informações de SBT News