Avenida Paraná terá EstaR com permanência de até três horas

A Superintendência de Trânsito (Setran) termina, nesta sexta-feira (8), a implantação das placas que informam sobre o Estacionamento Regulamentado (EstaR) na Avenida Paraná, no trecho entre os terminais de ônibus do Cabral e do Boa Vista. A fiscalização do EstaR começará no dia 18. 

Neste trecho, a permanência máxima na vaga será de até três horas. É a primeira via da cidade com este tempo de permanência.

“O tempo é determinado pela distância a partir do Centro da cidade. No perímetro central, a permanência nas vagas do EstaR é de, no máximo, uma hora. Já no anel que circunda o centro, são permitidas até duas horas”, explica superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella.

A informação sobre o tempo máximo permitido em cada vaga está indicada nas placas de sinalização do EstaR disponíveis nas ruas.

Orientação

Após a conclusão dos trabalhos desta sexta, os agentes de trânsito farão um período de orientação aos motoristas que costumam utilizar as vagas na Avenida Paraná.

“As vagas democratizam o uso do espaço público e é solicitação de comerciantes e moradores da região”, informa a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella.

República Argentina e Alto da XV

Depois da Avenida Paraná, a Setran fará a implantação do EstaR na Avenida República Argentina, no trecho entre a Praça do Japão e o Terminal do Portão. Neste trecho, já havia EstaR antes do início das obras do Ligeirão Norte-Sul.

“Agora, a novidade é que o EstaR será incluído em dois locais: na praça em frente ao terminal do Portão e atrás do Museu Municipal de Arte (MuMA), atendendo a reivindicações antigas”, complementa a superintendente de Trânsito.

No Alto da XV, nesta semana, também foi implantado EstaR em uma quadra da Rua Flávio Dallegrave, entre as ruas XV de Novembro e Dias da Rocha Filho, com estacionamento a 90 graus (carro em ângulo reto com o meio-fio). Tanto na Avenida República Argentina como na Rua Flávio Dallegrave, o tempo máximo na vaga é de duas horas.

Como usar

Para usar as vagas do EstaR, é necessário fazer a ativação de crédito a partir de um aplicativo de celular. O preço da hora na vaga é de R$ 3, com possibilidade de fracionamento desse tempo. O valor para 15 minutos é de R$ 0,75.

Caso o motorista permaneça na vaga por menos tempo do que a hora fechada, ele continua com os minutos restantes transformados em créditos para a próxima vez que  utilizar uma vaga com EstaR.

As opções de aplicativos disponíveis e mais informações sobre como utilizar o sistema estão disponíveis no site da Urbs.

Multa prevista no CTB

O motorista que utilizar as vagas do EstaR sem ativar os créditos pelo aplicativo está passível de receber auto de infração emitido por agentes de trânsito, conforme estabelecido pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A infração é de natureza grave, com valor de R$ 195,23 e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Informações da Prefeitura de Curitiba