Brasil é o país com mais incidência de raios no mundo

O Brasil é o país com maior incidência de raios no mundo, e o número só cresce a cada ano. No primeiro trimestre deste ano, o número de descargas elétricas aumentou 26% em relação ao ano anterior, e mais que dobrou na comparação com 2 anos atrás. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe.

O fenômeno ‘La Niña’ tem aumentado as chuvas fortes. Ele promove uma redução na temperatura das águas do Oceano Pacífico, afetando a evaporação e a circulação do ar. Mas, não é só isso, tem também o aquecimento global, como explica o coordenador do grupo de eletricidade atmosférica Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais do Inpe. “À medida que o planeta aquece, as tempestades vão ficando mais fortes, e vai ter mais raios, isso podemos afirmar categoricamente. A gente pensava que isso aconteceria daqui a 20, 30 anos”, explica o pesquisador Osmar Pinto Junior.

Parte dos raios toca o solo, atingindo estruturas do sistema elétrico e de telecomunicações, indústrias e casas. Isso gera um prejuízo de quase R$ 5 bilhões por ano. Além disso, o fenômeno também deixa vítimas: em média, 100 pessoas morrem todos os anos no Brasil. A intensidade típica da descarga elétrica de um raio é de 20 mil Amperes – é mil vezes maior, por exemplo, do que a corrente elétrica de um chuveiro.

Lucas Emanuel, de 18 anos, morreu esta semana, no interior do Rio Grande do Sul, a caminho de casa. “Chovia muito, naquele dia chovia muito. Tudo que ele queria era chegar em casa logo, e dar um abraço na minha mãe que estava de aniversário, conta a irmã do rapaz.

Por isso, durante uma tempestade, procure se abrigar em locais fechados; fuja de praias, praças e campos de futebol. Se não for possível, fique agachado, nunca deitado, e bem longe de árvores, postes e guarda-sóis. Também evite contato com equipamentos conectados a tomadas, como celulares.

“Cai um raio próximo à sua casa, ele induz correntes na rede elétrica. Essas correntes entram na sua casa e chegam às tomadas, e elas podem, se tiver um fio conectando a tomada ao celular, chegar em você e atingir você”, alerta o pesquisador. 

Informações SBT News