Brasil registra 889 novas mortes por Covid-19 e total atinge 423.229

SÃO PAULO (Reuters) – O Brasil registrou nesta segunda-feira 889 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 423.229, informou o Ministério da Saúde.

O número de mortes representa a menor contagem de óbitos em um único dia desde 1º de março, quando foram relatados 778 óbitos.

O ministério também notificou nesta segunda 25.200 novos casos de coronavírus, com o total de infecções confirmadas no país avançando para 15.209.990.

Aos domingos e segundas-feiras as cifras de casos e óbitos por Covid-19 no Brasil costumam ficar abaixo das médias normalmente registradas, uma vez que há represamento de testes aos finais de semana.

Depois de atingir um pico de 4.249 mortes em um único dia em 8 de abril, o Brasil tem verificado recentemente uma estabilização dos números da pandemia, ainda que em patamares elevados.

O país é o segundo com maior número de óbitos pela doença, atrás somente dos Estados Unidos, e o terceiro em termos de casos, abaixo de EUA e Índia.

Estado brasileiro mais afetado pela Covid-19, São Paulo atingiu nesta segunda as marcas de 3.006.250 casos e 100.854 mortes.

Minas Gerais é o segundo Estado com maior número de infecções pelo coronavírus registradas, com 1.416.845 casos, mas o Rio de Janeiro é o segundo com mais óbitos contabilizados, com 36.062 mortes.

O governo federal ainda reporta 13.759.125 pessoas recuperadas da Covid-19 e 1.027.363 pacientes em acompanhamento.