Agentes da PF fazem perícia em viatura onde Genivaldo morreu asfixiado

Agentes da Polícia Federal fizeram neste fim de semana uma perícia na viatura onde Genivaldo de Jesus Santos morreu asfixiado, durante uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal, no município de Umbaúba, no sul de Sergipe. O trecho da rodovia onde a ação aconteceu também passou por periciamento.

Quatro peritos federais enviados de Brasília colheram substâncias do veículo e utilizaram um drone para escanear o local onde aconteceu a abordagem da PRF. Esse material e o coletado do corpo de Genivaldo, pelo Instituto Médico Legal, vão ser analisados para elaborar um laudo que pode ajudar a esclarecer exatamente o que aconteceu e determinar possíveis culpados.

As imagens que chocaram o país, mostram o homem, portador de esquizofrenia, se debatendo no porta-malas da viatura, enquanto inalava gás lacrimogênio. O vídeo também provocou a reação de diversas organizações internacionais.

O escritório de direitos humanos da ONU emitiu um comunicado cobrando das autoridades uma investigação rápida e completa. Organização também afirmou que a morte de Genivaldo, mais uma vez, colocou em questão o respeito aos direitos humanos na atuação das polícias no Brasil.

Informações do SBT News.