Brasil receberá mais 600 mil doses de vacina pediátrica contra covid-19 em janeiro, total de 4,3 mi

(Reuters) – O Brasil receberá 600 mil doses adicionais da vacina pediátrica da Pfizer contra a covid-19 em janeiro, totalizando 4,3 milhões de doses neste mês, informou o Ministério da Saúde nesta segunda-feira (10).

As doses adicionais representam um adiantamento de vacinas que seriam enviadas nos meses seguintes, de acordo com o ministro Marcelo Queiroga.

“Conseguimos antecipar com a Pfizer mais 600 mil doses da vacina pediátrica em janeiro. Serão 4,3 milhões de doses de vacina”, disse o ministro, de acordo com comunicado do ministério.

“Quero tranquilizar todos os brasileiros: estamos conduzindo a questão da vacinação de uma forma muito apropriada”, acrescentou.

O Ministério da Saúde incluiu apenas na semana passada a vacina pediátrica (5 a 11 anos) no calendário nacional de vacinação contra a Covid-19, 20 dias após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ter aprovado a aplicação do imunizantes nas crianças.

A demora do ministério ocorreu em meio a críticas do presidente Jair Bolsonaro à vacinação infantil contra a Covid-19, com acusações infundadas sobre a segurança do imunizante. Bolsonaro, inclusive, considerou lamentável a decisão da Anvisa de autorizar a vacina e repetiu que sua filha Laura, de 11 anos, não será vacinada.

Dada a resistência do presidente, o ministério criou uma consulta pública via internet e uma audiência pública para debater as diretrizes da vacinação infantil, o que atrasou ainda mais o início do processo.

A primeira leva de vacinas pediátricas esta prevista para chegar esta semana ao país. No total, foram adquiridas 20 milhões de doses pediátricas com entrega no primeiro trimestre, segundo o ministério.

(Reportagem de Ricardo Brito, com reportagem adicional de Pedro Fonseca)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI090O2-VIEWIMAGE