Deputado Miranda diz à CPI que irá apresentar fatos de denúncia sobre Covaxin

Por Ricardo Brito e Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) – O deputado federal Luís Miranda (DEM-DF), que denunciou ao lado de seu irmão Luís Ricardo Miranda, servidor do Ministério da Saúde, supostas irregularidades identificadas no processo de importação da vacina Covaxin, afirmou nesta sexta-feira em depoimento à CPI da Covid que não irá apresentar “narrativas”, mas fatos, com documentos.

Ele e o irmão, que compareceu à CPI logo depois de chegar dos Estados Unidos em viagem para acompanhar a entrega de doses da vacina da Janssen doadas ao Brasil, fizeram questão de firmar o compromisso de dizer a verdade.

Luís Ricardo Miranda, chefe do Departamento de Logística do Ministério da Saúde, destacou ainda que não é filiado a nenhum partido: “meu partido é o SUS”.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5O13F-BASEIMAGE