Inscrições para o Enem 2022 começam na próxima semana

Os estudantes interessados em realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2022 poderão fazer a inscrição já na próxima semana, entre os dias 10 e 21 de maio. Segundo a portaria, os cadastros, tanto para a prova impressa como digital, devem ser realizados virtualmente, na Página do Participante.

No momento da inscrição, o participante deve informar o número do CPF e a data de nascimento. Para os que precisam de atendimento especial por conta de condições específicas, é necessário solicitar o serviço no momento da inscrição e anexar a documentação que comprove a necessidade do atendimento. 

Será oferecido o atendimento para os portadores das seguintes condições:

  • Baixa Visão;
  • Cegueira;
  • Visão Monocular;
  • Deficiência Física;
  • Deficiência Auditiva;
  • Deficiência Intelectual (mental);
  • Surdocegueira;
  • Dislexia;
  • Déficit De Atenção;
  • Transtorno Do Espectro Autista;
  • Discalculia;
  • Gestante;
  • Lactante;
  • Idoso.

Já para os candidatos que desejam ser reconhecidos pelo nome social, é preciso fazer a solicitação também por meio da Página do Participante, entre 23 e 28 de junho. Caso o nome social do candidato não conste na Receita Federal, pode-se efetuar a solicitação da mesma forma, desde que no mesmo período e apresentando foto atual e documentos de identificação oficial com foto.

Em todos os casos, a taxa de inscrição do exame é de R$ 85 e deve ser paga até o dia 27 de maio. A única exceção é para os estudantes que conseguiram isenção por meio de solicitação, mediante a comprovação de vulnerabilidade socioeconômica.

Assim como nos últimos anos, as duas versões do Enem serão aplicadas em dois domingos seguidos – 13 e 20 de novembro. No primeiro dia de exame serão realizadas as provas de linguagens, ciências humanas e redação, enquanto o segundo dia contará com questões sobre ciências da natureza e matemática.

Os locais de prova devem ser divulgados ao longo do ano, mas, como de costume, o horário para a abertura dos portões será às 12h, com fechamento às 13h. O início das provas, por sua vez, será às 13h30 em ambos os dias.

Mudanças a partir de 2024

Em março deste ano, o Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou o parecer que define novas regras para o Enem. As alterações, que devem ser aplicadas a partir de 2024, englobam provas diferentes por áreas de conhecimento e a inclusão de questões discursivas, ao invés de apenas múltipla escolha.

A decisão tem como objetivo adequar o exame ao novo plano do ensino médio, que deve estar totalmente implantado em três anos. A nova legislação é composta por uma maior flexibilização da base curricular, em que o aluno consegue ter acesso à conteúdos básicos, articulado na Base Nacional Comum Curricular, e em áreas de conhecimento preferencial.

Para adaptar o novo plano do ensino médio, o Enem seguirá a mesma disposição por áreas de conhecimento:

  • 1ª etapa: redação + perguntas de formação geral (sem divisão por disciplina, cobrando habilidades mais interpretativas do que conteudistas);
  • 2ª etapa: perguntas focadas na área de conhecimento escolhida pelo aluno (ciências humanas, ciências da natureza, linguagens ou matemática), também sem enfoque conteudista.

Com as mudanças aprovadas, cabe agora ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) construir as matrizes de referência das duas etapas da prova. A ideia é que a primeira etapa seja composta por 80 ou 90 questões e que metade dos itens sejam discursivos.

Informações do SBT News