Natal decreta estado de calamidade por causa das chuvas

A prefeitura de Natal (RN) decretou nesta segunda-feira (4) estado de calamidade pública, após as fortes chuvas sobre a cidade nas últimas 24 horas. 

O decreto assinado pelo prefeito Álvaro Dias foi publicado em uma edição extra do Diário Oficial do município. Nas últimas 96 horas, o município registrou 264 milímetros de chuva, causando danos estruturais em diversos pontos da cidade.

A secretaria municipal de Governo irá coordenar as ações de resposta ao desastre e a reconstrução. Em virtude do estado de calamidade, ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens, de prestação de serviços e de obras, no prazo máximo de 180 dias consecutivos.

O decreto também autoriza a convocação de voluntários e a promoção de campanhas de arrecadação de recursos para facilitar as ações de assistência à população prejudicada pelo desastre. 

Segundo o prefeito Álvaro Dias, a capital potiguar enfrentou “um volume de chuvas desproporcional para o período. Só nas últimas 48 horas, choveu o previsto para todo o mês de julho. Não estamos medindo esforços para recuperar o que foi danificado e proteger a população”, detalhou.

Informações do SBT News