Padrasto é preso e confessa morte da enteada de 2 anos em SC

Um homem foi preso nesta quarta-feira (27) suspeito de matar a enteada de 2 anos de idade na cidade de Treze Tílias, em Santa Catarina. O crime aconteceu na última terça (26), mas o homem se entregou no dia seguinte e confessou o crime à polícia.

O delegado responsável pela investigação do caso, Marcelo Marins, disse que o suspeito alegou ter problemas com a mãe da criança e teria ‘descarregado’ na pessoa errada.

O suspeito ainda contou aos investigadores que o casal morava na mesma casa, mas estava separado. A mãe da criança ainda deve prestar depoimento, assim como outras pessoas relacionadas à família.

Entenda o caso

Uma menina de dois anos foi morta em uma residência de Treze Tílias, Meio-Oeste de Santa Catarina. Na terça-feira (27), segundo relatos da Polícia Civil, a mãe havia deixado a filha com o ex-companheiro e encontrou a criança já sem vida e com um corte profundo no pescoço.

Segundo o Capitão Tagliari, da Polícia Militar, o casal estava em processo de separação e a terça-feira era o último dia do ex-companheiro na residência. Segundo relatos da mãe da menina à PM, o último contato com o suspeito havia sido à tarde.

À noite, sem retornos, os familiares foram até a residência. Como não tiveram respostas, arrombaram a porta e encontraram a menina morta com o corte profundo no pescoço.

As informações são do Portal SCC10.