PF faz busca e apreensão contra desmatamento em terra indígena no Mato Grosso

(Reuters) – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira uma operação para combater o desmatamento dentro da terra indígena Menkragnoti, no Mato Grosso, cumprindo seis mandados de busca e apreensão no Estado e também em Goiás.

Em nota, a PF informou que a operação surgiu de uma denúncia de retirada ilegal de madeira da localidade, recebida pela Fundação Nacional do Índio em fevereiro deste ano.

De acordo com a denúncia, madeireiros da cidade de Peixoto de Azevedo (MT) teriam cooptado lideranças indígenas para ajudar na retirada da madeira da área.

Depois de uma operação conjunta com o Ibama, em fevereiro deste ano, foram apreendidos armas, veículos e uma grande quantidade de madeira cortada e pronta para ser retirada da área.

Os mandados cumpridos nesta terça-feira têm como alvo os possíveis participantes dos crimes, dentre eles madeireiros e uma liderança indígena, de acordo com a PF.

“Os investigados podem responder pelos crimes ambientais de desmatamento e óbice à ação fiscalizadora do Poder Público, com penas de até 4 anos de reclusão e 3 anos de detenção, respectivamente, e associação criminosa, com pena de até 3 anos de reclusão, dentre outros crimes”, informou a PF.