Serra Catarinense registra primeiro caso de hantavírus

A cidade de Painel (SC), localizada na Serra Catarinense, foi a primeira da região a registrar um caso de hantavírus. A doença é provocada por um vírus transmitido por roedores, seja por urina, fezes ou saliva.

De acordo com a Secretaria de Saúde do município, um homem de 42 anos foi atendido no dia 18 de julho na UBS Central com dores pelo corpo, fraqueza e cansaço, ainda com diagnóstico de covid-19. Ele foi medicado e orientado a permanecer em isolamento domiciliar.

No entanto, no começo de agosto, ele voltou a ser internado com suspeita de leptospirose e hantavirose. O paciente recebeu alta na segunda semana de agosto e, logo depois, o exame descartou leptospirose e confirmou a infecção pelo hantavírus.

Foi realizada investigação ambiental juntamente com agente comunitário de saúde na propriedade onde o homem mora. O homem negou contato direto com ratos e aumento da população de roedores silvestres.

A secretaria de saúde do município, realizou orientações aos agentes de saúde para que fiquem atentos a relatos de aumento no número de roedores no interior e na sede do município. Segundo a administração de Painel, a população vem sendo conscientizada sobre o hantavírus através de redes sociais, folders informativos referente prevenção e alerta da doença.

Com informações do Portal SCC10.