Thales Bretas, viúvo de Paulo Gustavo, comemora a aprovação da lei que carrega o nome do humorista

Após a Lei Paulo Gustavo passar pela aprovação da câmara dos Deputados, Thales Bretas, viúvo do humorista, usou as redes sociais para comemorar e divulgar a vitória para os fãs. 

“Hoje, com a aprovação da Lei Paulo Gustavo pela Câmara, passou um filme pela minha cabeça. O PG sempre se preocupou muito com a valorização da arte e com o mercado da cultura no Brasil. O legado deixado por ele é de que a arte salva, que a cultura é um direito de todos e merece ser aclamada e respeitada. Essa é uma lei de fomento à cultura, que aprova mais de 3 bilhões de reais para amenizar os efeitos econômicos e sociais da pandemia nesse setor”, escreveu.

O médico ainda contou que, durante a pandemia, Paulo Gustavo havia se empenhado a ajudar financeiramente a família dos profissionais que trabalhavam em seus projetos. “Como é bom saber que o setor que nos emociona, nos diverte, nos alimenta com cultura e esperança pode ser cuidado como merece!”, concluiu. 

A Lei Paulo Gustavo destina o repasse de R$ 3,8 bilhões a estados e municípios para aplicação em ações de socorro ao setor cultural.

Informações do Fofocalizando.