Busca por crédito no Brasil cresceu 11,2% em maio, diz Serasa

A procura por crédito entre os brasileiros cresceu 11,2% em maio deste ano, quando comparado com o mesmo período de 2021. Os dados, divulgados pela Serasa Experian, apontam para um maior número de empréstimos por pessoas que recebem salários entre R$ 5 mil e R$ 10 mil por mês, resultando no avanço de 13% frente à média nacional.

Em relação às regiões, o Norte do país concentra a maior parcela de pedidos de crédito, correspondente a 17,8% das solicitações no período. Em sequência estão o Sul, com 14,5% dos pedidos, Nordeste (11,2%), Centro-Oeste (10,8%) e Sudeste (9,2%). 

Na série histórica, o maior percentual foi registrado em maio de 2021, quando houve um crescimento de 50,8% na procura por crédito. O economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, explica, no entanto, que o número pode não ser uma representação irreal do histórico do levantamento.

“No mesmo mês, em 2020, houve uma queda de 20,7%, devido ao período de lockdown. Isso invalida essa grande expansão de 50%. É importante considerar que, com o tombo do ano passado, o que seria um crescimento recorde significa apenas uma leve recuperação”, diz Rabi. Ele ressalta que, mesmo com a alta da taxa de juros, as linhas de créditos continuam sendo fortes aliadas da população para fechar as contas no final do mês.

Informações de SBT News