Buscas por ‘Novo Lázaro’ entram no quinto dia; criminoso foi visto em Mocambinho (GO)

As buscas por Wanderson Mota Protácio, foragido desde o último domingo (28), chegam ao quinto dia em Goiás. Apelidado de “Novo Lázaro”, em alusão ao assassino em série morto após caçada que durou dias também em Goiás, Wanderson é suspeito de matar a esposa grávida, a enteada de 2 anos e nove meses e um fazendeiro.

O criminoso de 21 anos estaria no povoado de Mocambinho, em Gameleira de Goiás, depois de receber a carona de um motociclista. De acordo com o homem, ele não teria reconhecido Wanderson e ofereceu ajuda depois de vê-lo na beira da estrada. Ainda segundo a testemunha, Wanderson comentou que estava à caminho de Goianópolis. Foi neste local que, em 2019, ele foi preso por tentativa de feminicídio, após esfaquear uma moça que não quis ter relações sexuais com ele. Em depoimento sobre o caso, Wanderson Protácio debochou do crime e afirmou que estava bêbado.

A insegurança causada pela presença do criminoso na região fez com que a escola municipal de Mocambinho suspendesse as aulas desta sexta-feira (3). Na noite de quinta (2), um tiroteio foi registrado por moradores. 

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Dr. Tibério, da delegacia de Corumbá de Goiás – onde ocorreram os assassinatos -, a Polícia Civil e batalhões rurais da Polícia Militar estão focados nas buscas pelo criminoso. No entanto, diferente do caso Lázaro Barbosa, a polícia está agindo de forma cautelosa e discreta para encontrar Wanderson Protácio.

Informações do SBT News