Caminhoneiro desaparecido na RMC se apresenta à polícia e alega sequestro

O motorista do caminhão que foi encontrado queimado em Curitiba e que estava desaparecido, se apresentou para a polícia nesta segunda-feira (6). O homem informou aos policiais que havia sido sequestrado.

Na última quarta-feira (1), Salomão Santos Agostinho, de 33 anos, estava em seu primeiro dia como funcionário de uma empresa de laticínios quando avisou seu ajudante que iria para casa, mas não chegou até o local.

A empresa registrou um boletim de ocorrência para informar o desaparecimento do homem e do caminhão. O veículo foi localizado após uma denúncia anônima em Curitiba, queimado.

A mercadoria que estava no caminhão, de R$ 9 mil, não foi encontrada pela polícia. O motorista afirmou que ficou 36 horas preso em cativeiro no bairro Parolin e que não sabe o destino da carga.

A esposa do caminhoneiro informou que o marido está em tratamento psicológico por causa do sequestro. A polícia investiga os suspeitos de capturarem a vítima e onde está localizada as mercadorias.