Cartórios registram grandes filas em último dia de regularização eleitoral

O último dia do prazo para tirar a primeira via do título de eleitor ou regularizá-lo foi de movimento intenso nos cartórios em todo Brasil. Com prazo final nesta quarta-feira (4) para conclusão dos processos junto à Justiça Eleitoral, longas filas foram registradas em diferentes cidades do país.

Moradores do Distrito Federal, que buscaram o atendimento presencial, por exemplo, enfrentaram o problema de espera em um cartório em Ceilândia. Os eleitores relataram ter tido dificuldade do atendimento on-line, para realizar os requerimentos, e acompanhar as mudanças solicitadas. Na segunda-feira (2), os portais e sistemas da Justiça Eleitoral apresentaram instabilidade devido ao alto número de acessos para regularização do título. 

Segundo último balanço do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgado na 3ª feira (3.mai) até as 15h do dia haviam sido registradas 640 mil solicitações no sistema virtual Título Net, e 527 mil requerimentos nos cartórios eleitorais (sistema Elo), totalizando 1,16 milhão de atendimentos em três dias. Um balanço atualizado deve ser divulgado após o período das inscrições on-line, o prazo para regularização no sistema virtual hoje às 23 horas e 59 minutos.

Apesar das dificuldades para quem deixou para última hora, a justiça eleitoral não recomenda que as pessoas busquem os cartórios para regularizar o título.  

“Os cartórios presenciais atendem presencialmente apenas pessoas agendadas e que são excluídas digitalmente porque não tem acesso à internet ou porque tem algum tipo de problema muito específico”,  declarou Fernando Velloso Filho, do TRE-DF.


Tanto alterações cadastrais como novos alistamentos podem ser feitos sem precisar sair de casa. Veja o passo a passo a seguir:

  1.  Separe fotografias dos documentos necessários: frente e verso de um documento oficial com foto (pode ser o RG ou a CNH, por exemplo) e comprovante de residência recente, como conta de água ou luz*;
  2.  Tire uma selfie segurando um documento oficial próximo ao rosto;
  3. Pelo computador ou celular, basta acessar o Autoatendimento do Eleitor no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE);
  4. Na página, clique no serviço: ‘Tire seu título’ ou ‘Inclua seu nome social’, ou ainda, peça para ‘Imprimir título eleitoral’;
  5. Depois, vá até a opção ‘Iniciar atendimento remoto’ e siga as instruções indicadas.
    Para os homens de 18 a 45 anos, é necessário apresentar, ainda, certificado de quitação de serviço militar.

Informações de SBT News