Caso Genivaldo: policiais envolvidos na morte são identificados

Os policiais rodoviários federais envolvidos na morte de Genivaldo de Jesus Santos, em Sergipe, foram identificados. Nesta segunda-feira (30), a OAB cobrou esclarecimentos sobre a abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O encontro aconteceu em Aracaju. A OAB pediu à Polícia Rodoviária Federal transparência e rapidez nas investigações. A seccional e o Conselho Nacional da OAB defenderam a prisão preventiva dos agentes envolvidos. “A OAB Sergipe juntamente com o Conselho Federal da OAB atuarão diretamente no caso para cobrar essa ágil responsabilização e também exigir medidas preventivas por parte da Polícia Rodoviária Federal, para que episódios como esse jamais voltem a ocorrer”, afirma o presidente em exercício do Conselho Federal da OAB, Rafael Horn.

A PRF divulgou um vídeo afirmando que a morte de Genivaldo Jesus Santos indignou a corporação. Contudo, o tom do da gravação difere do posicionamento publicado logo após a morte do homem, quando as autoridades defenderam que as técnicas usadas pelos policiais contra Genivaldo foram de menor potencial ofensivo.

Os nomes dos policiais envolvidos no caso já vieram a público: Kleber Nascimento Freitas, Paulo Rodolpho Lima Nascimento e William de Barros Noia.

Em Pernambuco, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que quer justiça no caso e criticou a cobertura da imprensa. Já o ministro da Justiça, Anderson Torres, disse que a investigação do incidente está em andamento.

Informações de SBT News