Censo 2022: levantamento em condomínios deve ser finalizado até outubro

Até o final de outubro, os recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) devem visitar todos os condomínios residenciais do Brasil. O objetivo é coletar informações para o Censo 2022.

O IBGE e as administradoras recomendam que os síndicos agendem previamente os dias de visitas para que os moradores respondam o questionário. A orientação é para que o recenseador não entre nos imóveis. A exceção, no entanto, passa a valer na presença de um morador com restrição de mobilidade.

Segundo o IBGE, mais de 89 milhões de imóveis devem ser visitados pelos recenseadores. No caso dos condomínios, só em São Paulo, serão mais de 35 mil. Por lei, todos os moradores devem responder o questionário. As informações são sigilosas. O Censo, por sua vez, começou no dia 01 de agosto e segue até 31 de outubro.

“Ele vai visitar o condomínio quantas vezes for necessário para concluir as 100% das unidades daquele empreendimento”, afirmou José Roberto Graiche Júnior, presidente da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios (AABIC), em entrevista ao SBT. O morador que se recusar a dar as informações ou omiti-las está sujeito a uma multa que pode chegar a dez salários mínimos.

O designer Henrique Lima de Almeida, que já respondeu o questionário, reconhece a importância das informações. “Vai nos trazer mais informações sobre a nossa população, necessidades básicas. Tudo o que for possível para colaborar com o nosso Estado, batalhar pelos nossos direitos e sabermos melhor sobre o nosso povo”, disse. 

Informações de SBT News