Cidades da RMC voltam a recomendar o uso de máscaras após aumento de casos de covid

Com o avanço no número de novos casos e de casos ativos de covid-19 no Paraná, cidades da região metropolitana de Curitiba voltam a recomendar o uso de máscaras em ambientes fechados.

Na última sexta-feira (20), Curitiba emitiu uma recomendação do uso de máscaras faciais para locais fechados ou ambientes abertos com aglomeração de pessoas. A indicação vale para transporte coletivo, terminais, estações-tubo, shows, jogos, shoppings, lojas, supermercados, entre outros. Permanece, ainda, a indicação já em vigor para uso desse equipamento de proteção em estabelecimentos de saúde e pelas pessoas com sintomas respiratórios (independentemente do local).

A primeira cidade da região metropolitana a indicar o uso de máscaras foi Araucária, na última quarta-feira (18). A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) definiu a obrigatoriedade nos seguintes casos: pessoas com sintomas gripais, teste positivo, ou exposição a alguém com Covid-19 em ambientes abertos e fechados; no controle de surtos; em espaços públicos ou privados de prestação de serviços de saúde, por funcionários, pacientes e visitantes. A recomendação é válida em espaços abertos ou fechados que promovam aglomeração e onde o distanciamento físico não possa ser garantido, como eventos, shows, manifestações, comícios, eventos esportivos, estádios de futebol, entre outros.

O município de Campo Magro definiu nesta quinta-feira (19) um novo decreto que torna obrigatório o uso de máscaras por servidores e população em todos os prédios públicos. 

Outras cidades da região metropolitana de Curitiba devem rever os protocolos e se manifestar sobre o uso de máscara nos próximos dias.