Condição do trigo do Paraná piora após geada; colheita de milho avança

A condição média da lavoura de trigo do Paraná piorou após a ocorrência de geadas na última semana, especialmente em áreas do sudoeste do Estado, reportou nesta terça-feira o Departamento de Economia Rural (Deral).

Agora o órgão do governo estima que 80% das áreas estão em boas condições, sete pontos abaixo do visto na semana anterior. Passaram a ter situação avaliada como “média” 17% das plantações (ante 11%), enquanto 3% estão “ruins”.

Técnicos do Deral já antecipavam uma piora nas condições da safra em função das geadas, embora a produção total, mantida a situação atual, deva crescer na comparação com a temporada anterior –quando as intempéries foram mais severas– em avaliação preliminar.

Os prejuízos por geadas levam alguns dias para ficarem mais claros nos campos.

O Deral informou ainda que produtores realizaram a colheita em 2% da área de trigo do Estado, após o relatório da semana passada marcar o início dos trabalhos com 1%.

Na mesma época do ano passado ainda não havia percentual de trigo colhido no relatório do departamento. O Paraná já tem 18% dos trigais em fase de maturação, perto da colheita.

Já a colheita da segunda safra de milho atingiu 84% da área do Paraná, avanço de cinco pontos percentuais na comparação com a semana anterior.