CoronaVac induz resposta imune em mais de 80% dos idosos

Um estudo feito na Turquia com idosos imunizados com CoronaVac mostrou que a proteção de anticorpos contra a covid-19 atingiu 80,9% dos indivíduos após dois meses da segunda dose. O artigo, publicado na edição de maio da revista Age & Aging, foi conduzido por pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Ancara, capital turca.

No total, foram avaliados 497 pacientes idosos com idade média de 72 anos que receberam a vacina fabricada pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac. Segundo os dados, a taxa de soroconversão também se mostrou alta até o terceiro mês de imunização, com 73,2%.

O estudo apontou, no entanto, que a presença de comorbidades, como doenças crônicas, pode influenciar na resposta imune, ainda mais em indivíduos mais velhos que já têm o sistema imunológico comprometido naturalmente devido ao envelhecimento. Por isso, os pesquisadores reforçaram a importância da dose de reforço.

Os resultados do estudo turco são similares ao levantamento brasileiro feito com 60 milhões de pessoas, baseado nos dados nacionais do Sistema de Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe) do Ministério da Saúde. Na data, a pesquisa apontou uma proteção da CoronaVac de 84,2% contra hospitalizações, 80,8% contra internações em UTI e 76,5% contra mortes entre idosos.

Informações de SBT News