Butantan confirma pedido à Anvisa para testar vacina própria contra Covid-19

SÃO PAULO (Reuters) – O presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, confirmou que o órgão pedirá nesta sexta-feira autorização para iniciar os testes em humanos de uma potencial vacina contra a Covid-19 desenvolvida integralmente pelo instituto ligado ao governo do Estado de São Paulo.

Covas disse em entrevista coletiva na sede do Butantan que a expectativa é que os testes com humanos com a vacina, batizada de Butanvac, comecem em abril. Também presente na coletiva, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que os estudos em animais do potencial imunizante foram muito promissores.

O presidente do Butantan também disse que a iniciativa da vacina própria é de um consórcio internacional liderado pelo instituto paulista e que a ideia é fornecê-la a países de renda baixa e média. Além do Butantan, no Brasil, instituições no Vietnã e na Tailândia compõem o consórcio.

Covas disse ainda que o Butantan espera começar a produzir 40 milhões de doses da Butanvac a partir de maio. Doria disse que a expectativa é de uma rápida aprovação dos testes pela Anvisa e que a vacinação com a vacina própria do Butantan comece em julho.

(Por Eduardo Simões)