Em Curitiba, está sendo preparada a vacinação contra a covid-19 para os idosos

Uma nova remessa de vacinas contra a covid-19 deve chegar em Curitiba na próxima semana. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde está preparando a nova fase de imunização, que vai atender grupos de idosos residentes na cidade.

Essa nova etapa vai começar pelos idosos acamados, avançando para os demais grupos, conforme a quantidade de doses que forem enviadas pelo Ministério da Saúde.

“Em decorrência da limitação no número de vacinas, o trabalho para os grupos de idosos será dividido por fases e expandido na medida em que a cidade receba mais lotes de imunizantes”, diz a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Cadastramento

Os idosos acamados serão vacinados pelas equipes da Saúde de Curitiba em suas residências.

Para programar a imunização desse grupo, a Secretaria da Saúde pede para que os responsáveis pelos idosos acamados que não são acompanhados pelo SUS Curitibano, entrem em contato com a Central de Teleatendimento 3350-9000 para realizar o cadastramento. A central funciona de segunda a segunda, das 8h às 20h. 

O cadastramento de idosos acamados não acompanhados pelo SUS seguirá um cronograma por idade:
– Quinta e sexta-feira (4 e 5 de fevereiro): idosos acamados de 90 anos ou mais
– Sábado e domingo (6 e 7 de fevereiro): idosos acamados de 80 ou mais
– Segunda e terça-feira (8 e 9 de fevereiro): idosos acamados de 70 ou mais
– Quarta e quinta-feira (10 e 11 de fevereiro): idosos acamados de 60 ou mais

Esse cadastro servirá para que a Saúde faça o mapeamento de todos idosos acamados e os incluam nos roteiros de vacinação das equipes.

Aqueles que fazem parte desse grupo e que são acompanhados pelas Unidades de Saúde, não precisam fazer o cadastramento, pois serão incluídos nos roteiros pelas próprias equipes dos Distritos Sanitários, que já fazem o acompanhamento desses pacientes.

A secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak, alerta que somente os idosos acamados serão atendidos nas residências.

São considerados idosos acamados pessoas acima de 60 anos sem condição de mobilidade, situação geralmente causada por doenças crônicas, como Alzheimer na fase crítica, pacientes oncológicos graves, com sequelas de cardiopatia, entre outras condições que não permitem a locomoção.

Idosos com capacidade de locomoção, mesmo que reduzida, devem aguardar a sequência do processo de imunização.

Para os demais grupos da terceira idade, a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba orienta o cadastramento na plataforma Saúde Já,  o principal canal de informação e acompanhamento da vacinação da covid-19.

Para esta nova etapa também está prevista a descentralização da vacinação, possibilitando o envio para alguns pontos nas dez Regionais da Cidade, além da modalidade drive-thru.

Colaboração Prefeitura de Curitiba