Em Maringá, decreto com medidas restritivas é prorrogado até 29 de março

Em Maringá, uma reunião que ocorreu no domingo (21) entre o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da Prefeitura definiu que o decreto 674/2021, que contém medidas mais restritivas para o enfrentamento do coronavírus, será prorrogado até às 23h59 do dia 29 de março. Confira o que pode ou não funcionar.

O prefeito do município, Ulisses Maia, lembra que a decisão foi tomada levando em consideração a diminuição no número de casos de Covid-19 e de internamentos, devido às medidas restritivas. “Essa melhora reflete as decisões que tomamos antes mesmo de muitas cidades do Paraná. Ainda assim não podemos descuidar. Por isso é preciso manter por mais alguns dias as medidas e consolidar este quadro de diminuição dos índices epidemiológicos”.

O secretário de Saúde, Marcelo Puzzi, disse que a situação nos hospitais de toda região continua delicada, mas que as medidas restritivas são responsáveis pela diminuição no número de pessoas infectadas. “Os casos positivos que chegaram a 700, hoje diminuíram para 150”, explicou.  

A promotora de Justiça Michele Nader também defendeu a prorrogação do decreto e destacou ter receio sobre a flexibilização de algumas atividades.

Colaboração Prefeitura de Maringá