Governador da Bahia diz que não haverá Carnaval no Estado

BRASÍLIA (Reuters) – O governador da Bahia, Rui Costa, disse nesta quinta-feira que não deve autorizar a realização do Carnaval no Estado, uma das maiores festas turísticas do ano

Durante um evento em Salvador, Costa afirmou que a nova variante Ômicron do coronavírus, associada ao vírus influenza deste ano, tornam impossível a autorização para as festas.

“Se no início de dezembro estava difícil de fazer o Carnaval, agora ficou impossível. Então, só um completamente irresponsável autorizaria o Carnaval nessas condições. Continuamos a ter mortes do coronavírus e passamos a ter morte do outro vírus”, afirmou.

Salvador tem uma das maiores festas de Carnaval do país, junto com Rio de Janeiro e Recife.

No Rio de Janeiro, o comitê científico da cidade liberou, até agora, as festas. O prefeito da cidade, Eduardo Paes, no entanto, não foi tão otimista. Em suas redes sociais, Paes ressaltou que essa é a situação atual, mas não se sabe o que vai acontecer em dois meses e meio com a entrada da Ômicron no país.

Paes alertou também que os desfiles das escolas de samba, na Marquês de Sapucaí, podem ser um ambiente mais controlado, mas o carnaval de rua, bastante forte no Rio, será mais difícil.

Em Recife ainda não há uma decisão da prefeitura, mas comissão técnica da Câmara de Vereadores sugeriu o adiamento das festas.