Índia diz que nova variante da Covid causa preocupação

Por Uday Sampath Kumar e Bhargav Acharya

BENGALURU (Reuters) – A Índia declarou nesta terça-feira que uma nova variante do coronavírus causa preocupação e disse que quase duas dezenas de casos foram detectados em três Estados.

A variante, identificada localmente como “Delta plus”, foi encontrada em 16 casos do Estado de Maharashtra, disse o Secretário Federal de Saúde, Rajesh Bhushan, em uma coletiva de imprensa.

O ministério disse que a Delta plus mostrou uma transmissibilidade acentuada e aconselhou os Estados a aumentarem os exames.

Na segunda-feira, a Índia vacinou o recorde de 8,6 milhões de pessoas ao começar a oferecer doses gratuitas a todos os adultos, mas especialistas duvidam que o país consiga manter o ritmo.

“Está claro que isto não é sustentável”, disse Chandrakant Lahariya, um especialista em políticas públicas e sistemas de saúde, à Reuters.

“Com tais iniciativas de um dia, muitos Estados consomem a maior parte de seus estoques atuais de vacinas, o que afetará a vacinação nos dias seguintes.”

“Com o suprimento de vacina projetado atualmente para os próximos meses, a taxa diária máxima atingível é de quatro a cinco milhões por dia.”.

O esforço de inoculação só cobriu cerca de 5,5% das 950 milhões de pessoas autorizadas, embora a Índia seja a maior produtora mundial de vacinas.

Uma segunda onda de infecções devastadora durante abril e maio sobrecarregou equipes e instalações médicas, matando centenas de milhares. Imagens de piras funerárias acesas em estacionamentos e espaços abertos provocaram questionamentos sobre a distribuição caótica das vacinas.

Desde maio, a Índia distribuiu uma média de menos de três milhões de doses diárias, muito menos do que as 10 milhões que autoridades de saúde dizem ser cruciais para proteger os milhões vulneráveis de novos surtos.

(Por Uday Sampath Kumar e Bhargav Acharya, Ankur Banerjee em Bengaluru, Shilpa Jamkhandikar em Pune)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5L14O-BASEIMAGE