Procon-PR faz alerta sobre venda de vacina falsificada contra a covid-19

Com a chegada das vacinas contra a covid-19 no Paraná, o Procon-PR, órgão vinculado à Secretaria Estadual da Justiça, Família e Trabalho, faz um alerta ao consumidor sobre a possibilidade de surgirem vacinas falsificadas.

Recentemente, um caso de comercialização de vacinas falsas foi identificado em Madureira, Zona Norte do Rio de Janeiro. No local, os ambulantes estavam vendendo um suposto kit composto por vacina, certificado e agulha para a aplicação por R$ 50,00.

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, faz um alerta sobre o imunizante: “As vacinas que chegam ao nosso Estado estão sendo aplicadas exclusivamente pelo Poder Público de acordo com o calendário de vacinação, e não existe venda do imunizante”.

A chefe do Procon-PR, Claudia Silvano, também afirma que é necessário que a população mantenha a atenção para não cair em nenhum golpe. Ela diz que ainda não há liberação da venda de vacina no Brasil.

As doses da vacina contra a covid-19 começaram a ser distribuídas na terça-feira, (19) pelo Governo do Paraná para os municípios do Estado.

Colaboração AEN

Obs: A foto presente na matéria é da vacina falsificada que estava sendo vendida no Rio de Janeiro.