Criança morre após ser atingida por explosivo jogado por adolescente

Uma menina de quatro anos morreu após ser atingida por um fogo de artifício enquanto dormia, em Barretos, no interior de São Paulo.

Imagens de câmeras de segurança mostram um grupo de adolescentes na rua, conversando. Em seguida, um deles arremessa a bomba em direção à casa da menina, que acabou ferida pela explosão do artefato, que caiu próximo ao colchão em que ela estava. Segundos depois, uma mulher sai desesperada, logo depois, um homem deixa a residência com uma criança desacordada no colo. 

Os pais precisaram pedir ajuda a um vizinho para levar a menina à Santa Casa de Barretos. Aylla Manuella teve ferimentos na nuca e no peito, sofreu quatro paradas cardiorrespiratórias e morreu.

Segundo a família, o adolescente que jogou a bomba já havia discutido com o padrasto da criança quando ele pediu que parassem de soltar fogos.

“Ele falou assim: cê tu chamar a polícia, a gente te queima aqui mesmo. quando ele entrou, foi na hora que ele jogou a bomba. Quando ele foi ver no quarto, a filha dele já estava toda cheia de sangue,” contou uma amiga da família.

A população – revoltada com a morte de Aylla – ateou fogo à casa do adolescente. Ele indiciado pela polícia por ato infracional análogo ao crime de homicídio – mas ainda não foi apreendido.

Informações do SBT News.