Black Friday: 3 dicas para não cair em fraudes e economizar de verdade

A Black Friday é a sexta-feira mais aguardada do ano para os lojistas e os consumidores que pretendem economizar na hora das compras. A popularidade desse evento comercial é tão grande que algumas empresas estendem as promoções para a semana ou até mesmo para o mês inteiro. 

Neste ano, a Black Friday será realizada no dia 26 de novembro, mas é preciso se preparar antecipadamente para aproveitar a data sem arrependimentos. Pensando nisso, nós separamos 3 dicas importantes para você não desperdiçar o seu dinheiro. Veja a seguir: 

1. Faça uma lista do que você precisa 

Para algumas pessoas, ver vários produtos em promoção pode ser algo muito tentador. Por isso, é importante ter em mente exatamente o que quer comprar. Assim, fica mais fácil manter o foco e não adquirir um item supérfluo só porque estava em oferta. 

Além disso, elaborar uma lista de desejos permite organizar o seu orçamento de forma inteligente, dando prioridade ao que você realmente precisa. E o melhor, sem gastar mais do que devia e acabar endividado com o cartão de crédito

2. Pesquise os preços 

Algumas lojas aumentam os preços dos produtos semanas antes da Black Friday e, na data, voltam ao preço original. Infelizmente, essa prática é mais comum do que você imagina. Não é à toa que a data ficou conhecida como “Black Fraude” no Brasil. 

Para não cair em pegadinhas, é necessário pesquisar e monitorar os preços dos produtos que pretende comprar com antecedência. Dois sites gratuitos que podem ajudar nessa tarefa são o Buscapé e o Já Cotei.

3. Cuidado com as Fakes News 

Quando a esmola é demais, até o santo desconfia! Então, sempre que o preço de um produto ou serviço estiver muito abaixo da média do mercado, desconfie. E antes de tomar qualquer decisão motivado pela euforia do momento, pesquise sobre a loja ou o vendedor no Google. 

Embora essas precauções devem ser tomadas o ano inteiro, na Black Friday a atenção precisa ser redobrada. Hackers estão a todo vapor neste dia, só esperando um descuido para roubar seus dados pessoais e financeiros. Então, compre apenas de sites conhecidos e endereços verificados. 

Dica extra: caiu em dívidas, o que fazer? 

Para quem está endividado, a melhor recomendação é pensar duas vezes antes de gastar. Só compre se realmente for necessário. Outra dica valiosa é aproveitar o 13º salário para colocar a vida financeira em ordem. Mas, se você não tem dinheiro suficiente para quitar as pendências, o ideal é negociar as dívidas

A Solução Financeira oferece descontos o ano inteiro para negociação de dívidas bancárias, como de cartão de crédito, financiamento de veículos e empréstimo pessoal. Essas dívidas têm as maiores taxas de juros, por isso devem ser prioridade no pagamento. 

O procedimento para negociar as dívidas com a Solução Financeira é simples e totalmente seguro. A dívida pode ser reduzida em até 70%, possibilitando a quitação por um valor acessível ao consumidor. Para conhecer mais sobre a empresa, acesse o site www.solucaofinanceira.net .