Caminhoneiro terá ganho de renda de até 20% com recebíveis de frete, diz Sachsida

BRASÍLIA (Reuters) – O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, afirmou que o programa “Gigantes do Asfalto”, lançado pelo governo nesta terça-feira e que contém benefícios para caminhoneiros, vai gerar ganho líquido de renda para esses profissionais de até 20%.

Em cerimônia no Palácio do Planalto, Sachsida afirmou que uma das iniciativas cria um sistema de antecipação dos valores de fretes, que eliminará o custo que os caminhoneiros têm hoje com os intermediários desse serviço.

Segundo Sachsida, hoje apenas 13% do que o caminhoneiro recebe é renda, enquanto 47% são para cobrir custos, e 40% vão para os intermediários.

“Nossa medida, que o ministro (Paulo) Guedes pediu, ataca o intermediário, aquela parte que leva 40% só para transacionar (o frete)”, afirmou Sachsida.

“Estamos falando de ganho líquido de renda para o caminhoneiro acima de 10%, entre 15% e 20%”, acrescentou.