Em Curitiba, 42% dos contribuintes optam por pagamento à vista do IPTU

De acordo com o levantamento da Secretaria de Planejamento, Finanças e Orçamento, neste ano, 42,18% dos contribuintes optaram pelo pagamento à vista do Imposto Predial e Territorial Urbano e Taxa de Coleta de Lixo (IPTU-TCL), em Curitiba. Esse número é maior do que o do ano passado, quando foram 35%. Em 2021, os proprietários de imóveis que escolheram essa opção, tiveram desconto de 4%.

A estimativa é que a arrecadação do IPTU, considerando também as multas e os valores em dívida ativa, some R$ 921,9 milhões. Desse valor já foram descontados os R$ 196,3 milhões em isenções do imposto. O pagamento à vista venceu em 10 de fevereiro.

O IPTU refere-se a 802 mil unidades tributárias (residenciais, não residenciais e terrenos) na capital. Essa é a segunda maior fonte tributária do município, em primeiro está o Imposto sobre Serviços (ISS). A arrecadação é destinada ao Tesouro Municipal e o recurso é usado nas áreas de saúde, educação, infraestrutura e segurança.

Emissão digital

Para o contribuinte que optou pelo parcelamento do IPTU, as parcelas fixas vencem entre os dias 11 e 15 de cada mês e vão até novembro. A primeira parcela, que venceu em fevereiro, foi enviada por carta ao contribuinte, com a opção para pagamento à vista.

As demais, que vencem a partir de março, devem ser emitidas pelo dono do imóvel por meio do Curitiba App ou nos núcleos da Secretaria de Planejamento, Finanças e Orçamento, disponíveis nas Ruas da Cidadania.

O horário de atendimento é das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. É necessário ter em mãos a inscrição imobiliária ou indicação fiscal.

Curitiba App

Para utilizar o Curitiba App, para gerar o IPTU 2021, é necessário fazer um cadastro e criar uma senha. Depois, o contribuinte pode colocar o IPTU entre as preferências. O aplicativo vincula automaticamente o CPF que foi cadastrado.

O usuário também pode emitir as guias via Curitiba App de mais de um imóvel, inclusive dos que estejam vinculados a outro CPF, ou que estejam relacionados a um CNPJ, informando a identificação do imóvel por meio da inscrição imobiliária ou indicação fiscal.

É possível salvar o Documento de Arrecadação Municipal (DAM) em formato de PDF, imprimir ou copiar o código de barras. A DAM pode ser paga nos bancos conveniados na boca do caixa, nos caixas eletrônicos ou por meio do internet banking. Também há possibilidade de pagar com cartão de débito ou crédito ou ainda colocar em débito automático.

Os bancos conveniados para o pagamento são: Caixa Econômica Federal, Bradesco, Banco do Brasil, Santander, Itaú/Unibanco, Sicredi, Sicoob e Mercantil.

Colaboração Prefeitura de Curitiba