Empreendedorismo feminino cresce 41% na pandemia

A pandemia obrigou a sociedade a se transformar em diversas formas, e esse momento de mudanças impulsionou o empreendedorismo feminino no Brasil. É o que mostra uma pesquisa realizada pelo LinkedIn, que aponta o crescimento de 41% em 2020 no número de mulheres que iniciaram o próprio negócio. A mesma pesquisa mostra que o número de empreendedores homens cresceu apenas 22% no mesmo período.

A empreendedora Giselle Suardi, nova colunista do portal Massa News que vai tratar desse tema, ressalta que nesse período “as mulheres voltaram pra dentro de casa, as crianças fizeram a escola dentro de casa, então as mães também tinham que ajudar com a questão da aula, então elas começaram a buscar novas formas de ganhar dinheiro e por isso o empreendedorismo feminino cresceu nesses últimos dois anos”, pontua.

Giselle também destaca que, nesse mesmo período, ela também percebeu uma outra situação que demonstra como as mulheres buscaram se reinventar. Na percepção dela, a pandemia permitiu que muitas mulheres fizessem a transição de carreira nesse período, aliando o empreendedorismo com o prazer de se trabalhar com o que gosta. “O número de mulheres que a gente se relaciona e vai conversando é muita gente vivendo muito mais feliz fazendo o que gosta”, analisa.

Convidada do Massa News Entrevista dessa semana, a empresária também falou um pouco sobre a própria carreira e revelou como iniciou sua jornada no empreendedorismo antes mesmo de saber o significado dessa palavra. Giselle também comenta a importância do apoio da família e amigos quando há a decisão de começar um novo projeto e dá dicas para mulheres que pretendem ingressar no mundo do empreendedorismo.

Confira o bate-papo completo: