Guedes diz que se pandemia persistir até outubro auxílio emergencial será de novo estendido

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) – O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira que se a pandemia persistir até outubro, quando terminará mais uma renovação do auxílio emergencial, o benefício será estendido novamente.

O ministro disse ainda que na segunda-feira deverá voltar a divulgar um “bom” número de geração de empregos. Ele se referia aos dados do Caged, que compila números de postos formais de emprego, de maio.

Guedes voltou a destacar o crescimento da economia, acompanhado de geração de empregos e de queda da dívida pública em relação ao Produto Interno Bruto (PIB). Segundo o ministro, esse número deve cair a 84% ao fim deste ano.

O ministro participa de reunião mensal na Comissão Temporária da Covid-19 do Senado.