Paraná recebe investimentos no setor de bebidas

Durante esta semana, o Paraná recebeu novos investimentos privados no setor de bebidas, nos setores de cervejas, refrigerantes e sucos. A Ambev alocará R$ 385 milhões em fábricas em Ponta Grossa e Almirante Tamandaré. E a Villa Puree, designará R$ 5 milhões em Santo Antônio do Paraíso.

O Governador do Paraná, Ratinho Junior, ressaltou que o investimento vai gerar novos empregos e favorecer o desenvolvimento tecnológico.

“É uma semana muito importante para o Paraná por causa do início da vacinação contra a covid-19. Mas também porque inauguramos uma fábrica de polpa de frutas, que já está gerando novos empregos, e esse anúncio da Ambev, que tem a fábrica mais moderna do País em Ponta Grossa, ampliando a capacidade de produção das cervejas puro malte”, afirmou Ratinho Junior.

A prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt, comemorou o investimento na cidade logo no início do mandato. “Significa progresso, emprego, credibilidade. Toda a população e Ponta Grossa fica feliz com o investimento”, afirmou.

Ambev

A Ambev investirá R$ 370 milhões em sua cervejaria de Ponta Grossa para ampliar a capacidade de produção de cervejas puro malte e uma nova linha de envase, para abastecer o Sul e Sudeste do País. Também vai ser investido R$ 15 milhões na fábrica de refrigerantes, instalada em Almirante Tamandaré. Esse dinheiro vai ser utilizado para a ampliação da unidade, totalizando um investimento de R$ 385 milhões no Estado.

A unidade de Ponta Grossa é a mais moderna da Ambev no País, com tecnologias da indústria 4.0. A planta produz cervejas como Brahma Duplo Malte, Serramalte, Original e Budweiser, dentre outras. O aumento da capacidade de produção atende a crescente demanda dos consumidores brasileiros por cervejas puro malte e premium.

Vila Puree

O investimento privado da Villa Puree é de R$ 5 milhões, com a geração de 22 empregos diretos. Na primeira etapa estão previstas a extração de 300 toneladas de polpa de frutas por mês, como abacaxi, ameixa, goiaba, manga, maracujá, morango, pêssego e pitaya. A área total com plantação é de aproximadamente 605 hectares.

Colaboração AEN