Sistema agiliza a abertura de empresas

Durante o ano passado, o Paraná foi considerado um dos estados mais rápidos para a abertura de empresa. Atualmente, quem quer formalizar um negócio leva, em média, 1 dia e 6 horas. Essa é a terceira melhor marca do Brasil, de acordo com o estudo Mapa das Empresas, do Ministério da Economia.

No final do ano passado, o Paraná possuía mais de 1,56 milhão de empresas, o que representa um aumento de 12,26% em relação a 2019. Segundo o Sebra-PR, desse total, cerca de 90% eram micro e pequenas.

“O processo de formalização traz diversas vantagens aos empresários que podem emitir notas fiscais, participar de licitações e permite uma gestão mais profissional, com melhor acompanhamento das finanças, vendas e outros indicadores. Outra vantagem é o acesso a crédito com taxas de juros mais favoráveis, o que foi muito necessário durante a pandemia”, explica o coordenador estadual de serviços financeiros e capitalização do Sebrae/PR, Amberson Bezerra da Silva.

Em 2014, a ferramenta Redesim começou a ser implantada nas instituições e órgãos públicos, com o objetivo de trazer agilidade e digitalização no processo de abertura de empresas. A iniciativa faz parte dos princípios da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei Complementar 123/2006) e da Lei 11.598/2007, que incentiva a simplificação e integração do processo de registro e legalização de empresários e de pessoas jurídicas, visando fomentar o desenvolvimento das micro e pequenas empresas e, entre outros pontos, diminuir a burocracia na abertura, fechamento e alteração cadastral.

O Sebrae/PR realiza um trabalho de consultoria, implantação e acompanhamento do sistema Redesim, em parceria com a empresa Vox, responsável pela plataforma, além das prefeituras, Junta Comercial do Paraná (Jucepar) e Governo do Estado. O sistema Redesim também é conhecido como Empresa Fácil.

Dessa forma, muitas prefeituras puderam otimizar os recursos e digitalizar processos. De acordo com dados do Ministério da Economia, no Paraná, estão a segunda e a terceira cidades com abertura mais rápida de empresa, considerando viabilidade e registro, que é Sarandi, com 5 horas e 21 minutos e Cianorte, com 6 horas e 53 minutos. Além disso, Curitiba foi a capital mais rápida do Brasil a fazer o processo, com tempo médio de 22 horas.

Colaboração Assessoria de Imprensa Sebrae/PR