Projeto de pesquisadores da UEL ganha bolsa de programa internacional

Um projeto que teve a participação de pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina (UEL) venceu o programa Game in Lab, promovido pela multinacional francesa Asmodee, que atua no Brasil por meio da editora Galápagos Jogos. Lançado no ano passado, o edital contemplou todas as áreas do conhecimento, com o objetivo de incentivar a pesquisa em jogos de tabuleiro, em âmbito interdisciplinar e internacional.

O projeto selecionado foi o “O uso de jogos de tabuleiro para desenvolver e manter laços sociais”, com o objetivo de identificar a relação entre o uso de jogos de tabuleiro e habilidades sociais dos jogadores. O projeto vencedor do edital concorreu com diferentes iniciativas nacionais e de instituições de outros países, como Espanha, Estados Unidos, França e Inglaterra.

Segundo um dos participantes, o professor Gustavo Iachel, do Departamento de Física da UEL, o projeto recebeu aporte financeiro de 9 mil euros, equivalente a R$ 58,8 mil, para aquisição de equipamentos. A pesquisa será iniciada a partir do retorno das atividades presenciais.

Além dos pesquisadores do Centro de Ciências Exatas da UEL, o projeto vencedor é desenvolvido em parceria, entre professores do Instituto Federal do Paraná (IFPR) e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Game in Lab

O Game in Lab foi criado pelo Grupo Asmodee em 2018, por meio de uma parceria com o Innovation Factory, um grupo empresarial francês focado em inovação. O propósito da iniciativa é explorar os efeitos sociais e cognitivos dos jogos de tabuleiro para o ser humano.

O programa é estruturado em três objetivos principais: apoio financeiro a projetos de pesquisa sobre jogos de mesa; criação e desenvolvimento de uma comunidade diversa, com pesquisadores e jogadores pelo mundo; e compartilhamento de conhecimento científico com um público mais amplo.

Colaboração AEN