Enchentes no Kentucky matam pelo menos 30 pessoas e mais tempestades são previstas

Enchentes provocadas por chuvas torrenciais no leste do Estado norte-americano do Kentucky deixaram pelo menos 30 mortos, entre eles quatro crianças, afirmou o governador Andy Beshear na segunda-feira, enquanto as autoridades trabalham para providenciar alimentos e abrigo para milhares de desabrigados.

O número de mortos deve subir ainda mais, segundo o governador. As autoridades estão cientes de que outros corpos foram encontrados, mas ainda não acrescentados à lista de mortes confirmadas a tempo para o briefing desta manhã, afirmou.

O Serviço Nacional de Meteorologia dos EUA prevê novas chuvas e tempestades até terça-feira. A precipitação adicional pode também prejudicar as iniciativas de resgate e recuperação.

“Como se as coisas não estivessem duras o bastante para as pessoas da região, ainda está chovendo por lá agora”, disse Beshear.

Beshear, que declarou estado de emergência na semana passada, disse durante o final de semana que as autoridades provavelmente “encontrariam corpos por semanas”, enquanto as equipes tentam chegar a áreas mais remotas.

Os dias de chuvas pesadas –descritas por Beshear como algumas das piores na história do Estado– varreram algumas casas nas áreas mais atingidas. Vídeos publicados online mostram equipes de resgate em barcos motorizados navegando por áreas residenciais e comerciais em busca de vítimas.

A equipe de Busca e Resgate do Condado de Wolfe publicou no domingo imagens no Facebook de um helicóptero resgatando uma mulher de 83 anos de sua casa. Cinco pessoas ficaram presas em um sótão e foram resgatadas a partir do telhado da casa, que estava quase inteiramente submersa, afirmou a equipe.